sexta-feira, 13 de abril de 2012

Homem Sem Impacto / No Impact Man (2009)




Divertido documentário mostrando o dia a dia de uma família que abdica de usar eletricidade, comprar comida empacotada ou coisas novas. Se locomovem andando a pé ou de bicicleta, lavam a roupa na banheira com os pés, ingerem comida orgânica.
O documentário, mais do que um manual de como ser um humano mais sustentável, é uma oportunidade de se filosofar sobre o assunto. É uma grande deixa para nossa forma de pensar o modo de vida: Se uma família urbana novaiorquina pode ser “no impact” (sem impacto), podemos nós ser ao menos “low impact (baixo impacto ambiental)?
E se essa fosse a única saída para o planeta, poderíamos? (docverdade)



"Você pode salvar o planeta sem deixar sua família maluca?"

7 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom esse blog! Parabéns!

docsprimus disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Free Docs disse...

Dollardoc is a premier place for publishing of Books, Documents and Presentations. It is right now the World’s fastest growing online publishing platform for the widest range of Books, documents and other kinds of social publications.

zxc vbnm disse...

Me parece o tipo de documentário indicado para quem se pretende manipular, levando-o a seguir esse mesmo caminho sugerido pelo filme, quando se passa a refletir sobre os impactos individuais no planeta, que é um grande absurdo!!!
Há maneiras muito mais cômodas e, ao mesmo tempo, incomparavelmente mais ecológicas do que as atitudes que esses imbecis adotam.
E o filme termina com a mulher sugerindo que uma das coisas que eles poderiam se livrar é a composteira orgânica: talvez a única decisão coerente que eles deciram tomar pro apartamento em que vivem.
É pra encorajar mesmo qualquer leigo no assunto a não dar bola pra insustentabilidade do sistema.
Este é meu blog predileto, indico pra todo mundo, mas esse documentário achei assustadoramente ruim pra estar aqui...

Amigo do Kléber Leite disse...

Concordo com cada palvra do "zxc vbnm".

Ely Costa disse...

MARAVILHOSO!!! Em uma análise superficial pode ser considerado como um experimento solitário, mas no decorrer do filme o no impact man vai reconhecendo as falhas de seu projeto, e o que de micro e macro ele pode fazer com relação aos recursos do planeta. Filme perfeito para quem já pensou em mudar o mundo!

Márizá Epicentro disse...

É interessante como, desde o começo, este experimento se mostrou controverso.

Acho que tem vários pontos muito importantes:

1. A vida simplificada, além de reduzir o impacto, foi muito mais feliz!

2. Não se pode subestimar o impacto de um indivíduo apaixonado. (Para quem postou a crítica por ser um esforço somente individual, ele também chegou a esta conclusão e chegou a fazer ações políticas no ano seguinte.)

3. Ele quis fazer alguma coisa- e fez! Com garra e coragem. E ela também- acho uma pena que o trailer foca tanto nas dificuldades dela, porque ela também curtiu o processo! Criticar de poltrona é fácil. Se expor, fazendo algo diferente, é bem mais difícil.