sexta-feira, 4 de março de 2011

Sonhos de Cidadania (2011)

(Brasil, 2011, 39min. - Direção: Marcelo Del Mastro)

Brasília, apesar de ser rica e planejada, esconde algo desumano: seus trabalhadores mais humildes, que vem da perifeira, como as empregadas, os jardineiros, as copeiras, na sua grande maioria não tem lugar adequado onde deixar suas crianças enquanto trabalham.
Na periferia há uma carência enorme de creches, na maioria das vezes as crianças ficam em casa sozinhas, ou até mesmo nas ruas.
Neste contexto, nasceram as creches de líderes comunitárias, que apesar de todas as dificuldades financeiras, dão um local para comer, brincar, dormir e aprender.
Apesar de todas elas tirarem recursos do seu próprio bolso e de até mesmo se endividarem, o problema pode ser maior ainda. O poder público do Distrito Federal além de não criar creches nesses locais, de não ajudar as que existem, pode fechar ou multar essas instituições.
Conheça a luta maior, que é a luta contra a burocracia, que insiste em derrubar essas iniciativas.
Veja também o que acontece quando o poder público finalmente decide colaborar com uma creche, que vinha lutando sozinha há décadas, utilizando-se do senso de cidadania e da alimentação saudável como fundamentos.
(docverdade)


Versão pocket (6 min.)
Youtube Youtube HD

10 comentários:

Anônimo disse...

Tomara que, agora, com o governo do Agnelo (PT) essa situação mude.
Adriana

Anônimo disse...

Doce ilusão esta de que mudanças significativas possam surgir através do governo, o principal agente de violência sistemática contra as pessoas.

Geicy Soares disse...

Brasília foi construída pelos 'nobres burgueses' ela são deles ... Estive lá e conferir com os meus olhos! Os bandidos estão lá ! Cidade totalmente contraditória; Quem não tem carro, dinheiro para taxi .. Definitivamente não vive, mas sim sobrevive ! Cansada desse sistema medíocre que engole pessoas de carne e osso por DINHEIRO e PODER ! Até quando Brasil ? A ditadura será eterna ??

Fernando Gilliatt disse...

Passando aqui só pra dizer que tenho o blog favoritado há um bom tempo e sempre acesso ele pra ficar sabendo de docs formidáveis... Parabens galera... Vcs sao fera!!!

Anônimo disse...

Assisti aos 2 filmes e gostei muito. É bacana ver que há pessoas como vocês que não desanimam nas dificuldades, não acreditam que consumismo seja sinônimo de vida,não descansam no conforto de achar que só o estado é responsável por tudo. Acredito que em um terreno árido e cheio de pedregulhos - como é o da defesa do direito dos povos - vocês estão construindo um oásis com um nome quase esquecido:Solidariedade.
Parabéns! Arlindo.

Lucas Hideki disse...

Párabens Tio, muito bem feito esse documentário, abordando um assunto que não tem a devida atenção nos dias de hoje.

Anônimo disse...

.olá estou fazendo a programação de vídeos para a mostra quinzenal do COletivo Motirõ (um coletivo totalmente sem fundos de apoio particular e que funciona em Taguatinga Sul-DF) e queríamos muito o contato do Marcelo deste filme, vocês têm? Queríamos passar este doc, já que grande parte dos moradores daqui passam por esta situação e gostaríamos de discutir e arrumar soluções.
Aguardo contato
(marybaleeiro@gmail.com)

Eliana disse...

Um documentário extremamente pertinente e comovente. O despertar da solidariedade diante de tanto descaso do poder público. Sensibiliza e instiga a participar desse fantástico trabalho em prol de crianças carentes. Muito orgulho e admiração por todas essas pessoas que se doam por um mundo mais justo; não apenas questionam e protestam.

Alexandro disse...

estou baixando o documentário para passar na escola, com uma juventude mais consciente da desigualdade e dos grilhões ,talvez tenhamos um futuro melhor.

Anônimo disse...

Quería saber o endereço desta creche.